Meu Perfil
BRASIL, Sul, Mulher, Portuguese, Arte e cultura, Animais



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Taninha no Orkut
 Fernando Pessoa
 Blog do Viegas
 Fátima Venutti
 Ana Paula Russi
 Blog de Dalva Day
 Bar Kriado - bons tempos!
 Revista Pobres & Nojentas
 HQs
 Comportamento Saudável
 SEB
 Poemas de Lac
 Monitorando - Jornalismo
 Sala de Noticias
 Madredeus Brasil
 Ademir Assunção Poeta
 Chales Steuck
 Descoisando
 Blog do Stocker
 Escrita de Si, blog da Carla Fernanda
 Rosetas & Espinhos, blog do Gregory Haertel
 Giovanni Ramos
 Fábio Ricardo
 Escambau
 Historianos
 Grafias de Luz
 Nane Pereira


 
Espontânias


Quem cala.com sente!

Na primeira noite, eles se aproximam
e colhem uma flor de nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem,
pisam as flores, matam nosso cão.
E não dizemos nada.
Até que um dia, o mais frágil deles, entra
sozinho em nossa casa, rouba-nos a lua,
e, conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E porque não dissemos nada,
já não podemos dizer nada.


Maiakovski



Escrito por Tânia Rodrigues às 11h11
[] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]